A- A A+ |
Sobral é tudo.
Sobral é da gente.
Sobral é agora.
Categorias
Palavras Chave

A partir de segunda-feira (22/01), o atendimento ao  público da SEUMA - Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente passará a ser das 8 às 12h.

Os protocolos continuam funcionando na Casa do Contribuinte, Vapt-Vupt e na própria SEUMA das 8 às 17h.

Os checklist poderão ser encontrados no site da prefeitura: www.sobral.ce.gov.br

 

Em funcionamento desde segunda-feira (15/01) na unidade do Vapt Vupt, localizada à Rua Coronel José Silvestre, 201 - Centro, a Central de Atendimentos da Prefeitura de Sobral oferece em um só lugar diversos serviços à população, que vão desde a emissão de alvarás até o alistamento militar. A unidade funciona das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

O novo canal de atendimento da Prefeitura engloba serviços prestados pelas Secretarias de Obras, Mobilidade e Serviços Públicos; Trabalho e Desenvolvimento Econômico; Urbanismo e Meio Ambiente; Orçamento e Finanças; Coordenadoria Municipal de Trânsito; Junta Militar; Vigilância Sanitária e Serviço Autônomo de Água e Esgoto. A Central de Atendimento foi criada para facilitar o acesso da população aos serviços ofertados pela Prefeitura de Sobral.

De acordo com a gerente de controle interno e transparência da Secretaria da Controladoria, Ouvidoria e Gestão (Secog), Karen Parente, a unidade foi projetada para atender a 500 usuários por dia. “Em média, são ofertados setenta serviços, mas a pretensão é trazer mais serviços pra cá”, informou. 

Antes, as pessoas precisavam ir a locais diferentes para resolverem assuntos diferentes, o que demandava tempo e gerava transtornos para os usuários. Com a instalação da Central de Atendimentos, o tempo gasto na resolução das demandas da população pelos serviços da Prefeitura diminuiu drasticamente.  “Isso ocorre porque agora os usuários encontram uma série de serviços em um único lugar. Nosso atendimento é rápido e dura, em média, menos de 10 minutos”, afirma Karen.

Atendimento

Teobaldo Neto procurou a Central de Atendimentos para retirar uma declaração de titularidade de permissão para operar como mototaxista no município. O documento é indispensável para renovação do curso de reciclagem. “O atendimento foi bom, rápido e ágil. O melhor é a comunicação dos atendentes”, afirmou o mototaxista.

Já o operador de vendas, Gerardo Braga, precisou retirar um alvará de funcionamento e também saiu satisfeito com o atendimento. “As meninas estão de parabéns. Desde a portaria até o atendimento no caixa, foi excelente”, disse. 

Confira a relação dde serviços da SEUMA ofertados pela Central de Atendimentos da Prefeitura de Sobral:

Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) 

Serviços ofertados exclusivamente na Central de Atendimento

- Alteração de alvará de funcionamento;
- Renovação de alvará de funcionamento simplificado; 
- Renovação de alvará de funcionamento regular;
- Concessão de alvará de funcionamento regular e
- Alvará de funcionamento simplificado

Serviços ofertados na Central de Atendimento e no setor de protocolo da Seuma

- Concessão de alvará de construção;
- Defesa de auto de infração;
- Certidão de desmembramento;
- Certidão de remembramento;
- Cancelamento de notificações;
- Cancelamento de embargo;
- Autorização para murar terreno;
- Autorização para comércio ambulante;
- Autorização para outdoor e letreiros
- Autorização para som volante e 
- Estudo de viabilidade locacional


Com o objetivo de mapear e conhecer de forma mais apropriada todos os pontos da cidade, a Prefeitura de Sobral e a Secretaria das Cidades, por meio da empresa Topocart, estão realizando, desde o último dia 21 de agosto, a atualização e expansão em campo da base cadastral dos imóveis, logradouros e equipamentos públicos e privados da cidade e dos distritos de Aracatiaçu, Jaibaras e Taperuaba. Após a conclusão da coleta de dados, o município poderá alocar, com uma melhor eficiência, a destinação dos recursos públicos e a realização do planejamento mais amplo de políticas públicas aos munícipes.

O cadastramento multifinalitário teve início nos bairros Centro, Derby e Campo dos Velhos. Em seguida, os profissionais irão percorrer os demais bairros da cidade e os distritos de Taperuaba, Aracatiaçu e Jaibaras. “É importante que a população colabore com a gestão fornecendo as informações que os profissionais irão pedir, pois trata-se de uma medida segura e que irá trazer inúmeros benefícios inclusive para o planejamento urbano de Sobral”, destacou a secretária do Urbanismo e Meio Ambiente, Marília Ferreira Lima.

Os cadastradores realizam as visitas de segunda à sábado, das 8h às 18h. Os técnicos de campo estão identificados com crachás e coletes amarelos e em alguns casos poderão entrar nas residências para aplicar o questionário eletrônico do Boletim de Cadastro Imobiliário (BCI).

Infraestrutura das ruas

O cadastramento multifinalitário também irá fazer um inventário da infraestrutura dos logradouros, incluindo pavimentação, acessibilidade, rede de esgoto, coleta de lixo, lotes baldios e áreas verdes. Outro aspecto a ser levantado é sobre a iluminação pública: serão mapeados todos os postes de luz existentes no município, o que permitirá que a Prefeitura faça um planejamento sobre a manutenção e ampliação da rede.

Numeração Predial

A Prefeitura pretende ainda atualizar a numeração predial, de quadras e de identificação de logradouros existentes hoje.

Áreas de risco e ocupações irregulares

A ideia é inclusive delimitar as áreas de risco, que vão servir ao trabalho da Defesa Civil, e áreas de ocupação irregular, que vão orientar programas de regularização fundiária.

A secretária do Urbanismo e Meio Ambiente de Sobral, Marília Ferreira Lima, e técnicos da Prefeitura apresentaram, na noite desta quinta-feira (18/01), o esboço do projeto que tem como objetivo a restauração do monumento do Cristo Redentor e a urbanização do entorno para os moradores do bairro Alto do Cristo. A idéia é criar novos espaços de convivência para a comunidade como praças e áreas verdes, além de promover acessibilidade, valorizando um dos principais cartões postais de Sobral.

De acordo com a secretária, o projeto está em desenvolvimento e nesta fase a Prefeitura quer ouvir a opinião dos moradores. “Nós entendemos que um projeto só é finalizado quando ele tem a contribuição de todos na elaboração dele, principalmente as pessoas que vão sofrer a intervenção dele”, afirmou a secretaria.

Foi um momento para tirar dúvidas. Durante quase duas horas a secretária do Urbanismo e Meio Ambiente conversou com os moradores. Segundo ela, foi uma oportunidade para que as pessoas também pudessem ajudar a elaborar o projeto.

Esse é o momento em que a gente faz um primeiro estudo, faz um primeiro levantamento com bases técnicas e paisagísticas, traz as comunidades, mostra as nossas idéias, mostra os nossos estudos, escuta a comunidade, tanto nos aspectos positivos, do que ela achou interessante ser valorizado no projeto, como também alguns outros aspectos que ela considera que não sejam relevantes, que não devam ser consideradas na obra”, explicou a secretária.

Para o pedreiro Ananias Gomes, a conversa com os técnicos da Prefeitura foi importante para tirar as dúvidas dos moradores. “Foi bom porque a gente tava vendo muita coisa nas rádios, em facebooks... Deu muito bem (para tirar as dúvidas), eu vou dormir tranqüilo e calmo e que seja feita a obra”, disse.

No esboço do projeto, segundo a secretária, estão garantidas as menores interferências possíveis nas moradias do local, com a urbanização dos espaços que estão vazios e de áreas livres que podem ser melhoradas.

 

 

 

 

 

Subcategorias

Cadastro

Instagram
YouTube