Sobral é tudo.
Sobral é da gente.
Sobral é agora.
Categorias
Palavras Chave

A Prefeitura de Sobral conquistou o primeiro lugar na categoria ‘Governo’ da 8ª edição Prêmio da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), com o projeto "Jardins Filtrantes do Riacho Pajeú: aplicação de soluções baseadas na natureza para o saneamento”.

No processo de seleção, Sobral foi escolhida, entre 140 cidades brasileiras, para compor a tríade de finalistas do Prêmio, concorrendo com projetos dos municípios de Caruaru (PE) e Mato Grosso do Sul (MS).

Marília Ferreira Lima, secretária do Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente, e David Bastos, secretário da Infraestrutura, representaram o município no momento da solenidade, que aconteceu nesta quarta-feira (06/12), em Brasília (DF), e receberam o troféu da premiação.

“Estamos todos muito felizes com essa conquista tão honrosa, o reconhecimento de um trabalho árduo e minucioso, realizado para beneficiar a população e o meio ambiente. Agradecemos a oportunidade e nos mantemos focados no objetivo de fazer o nosso município crescer cada vez mais”, afirmou a secretária Marília.

O projeto foi realizado por meio das secretarias do Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Seuma) e da Infraestrutura (Seinfra), e pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMA), com recursos provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe (CAF).

Os Jardins Filtrantes do Riacho Pajeú realizam a filtragem das águas por meio de um processo que utiliza plantas como agentes de purificação dos ambientes aquáticos. Além de ser uma alternativa ecológica, os jardins promovem a qualificação paisagística dos Parques da Cidade e Pajeú.

Foram implementados 12 mil metros quadrados de jardins filtrantes, percorrendo 1,19 quilômetro linear, com obras de escavação, impermeabilização e assentamento, além da implementação de vegetação específica para a filtragem e tratamento dos efluentes.

Os critérios de avaliação das iniciativas levaram em consideração aspectos de efetividade, inovação, impactos social e ambiental, potencial de difusão, sustentabilidade, adesão social e aderência aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Prêmio ANA

A cerimônia de 2023 do Prêmio ANA teve como tema "As melhores ideias para cuidar das águas e do saneamento básico no Brasil". Criado há 16 anos pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico para reconhecer as melhores práticas e iniciativas voltadas ao cuidado das águas do Brasil, o Prêmio ANA é a mais tradicional premiação do setor de águas do país e já contabilizou mais de 2,9 mil trabalhos inscritos e premiou 48 projetos de todas as regiões do Brasil, que se destacaram pela sua contribuição ao desenvolvimento do País.

Facebook

YouTube