A- A A+ |
Sobral é tudo.
Sobral é da gente.
Sobral é agora.
Categorias
Palavras Chave

JPEG.jpg

 

A Prefeitura de Sobral promoveu, nesta quinta-feira (02/06), no auditório do Sesi (Serviço Social da Indústria), a III Ciranda de Formação em parceria com a Rede Urban95 que discute políticas para a primeira infância em Sobral. O encontro, mediado pelos secretários do Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Seuma), Marília Ferreira Lima, e do Trânsito e Transportes (Setran), Kaio Dutra, abordou o tema: “A Cidade e a Criança: Direito à Cidade e à Mobilidade”.

Com o objetivo de formar e capacitar os servidores do município para o desenvolvimento de políticas e estratégias voltadas para o estímulo de crianças entre 0 a 6 anos de idade, a formação contou com a participação de cerca de 150 profissionais e atividades que buscaram o envolvimento de todos. Além disso, o momento também contou com a participação da consultora de urbanismo na Urban95, Marieta Colucci.

Em uma das dinâmicas, os participantes foram convidados a fazer uma volta ao passado e responder questionamentos como: "Qual lugar da cidade marcou sua infância? Era difícil chegar lá?".

Para a secretária Marília Lima, os espaços públicos devem ser pensados para todos. "Os espaços públicos devem ser pensados para todos, principalmente para as nossas crianças que então em fase de desenvolvimento, tanto físico, quanto cognitivo. Por isso, devemos tentar ao máximo montar os equipamentos pensando em preservar os pequenos e estimular o crescimento intelectual por meio de espaços criativos adaptados para eles", pontuou.

Já para Kaio Dutra, perceber a cidade a partir do olhar da primeira infância é muito importante para o desenvolvimentos de projetos futuros. "Será que tem algum obstáculo para eles? Como é o trânsito para elas? É perigoso ou não é? Todas essas reflexões nos remete a esse direito, que é o Direito à Mobilidade. Pensar na primeira infância com um olhar de mobilidade é pensar em todo o projeto. Porque pensamos em um projeto de um parque, de uma rua, de uma praça, com um olhar. Será que esse olhar também inclui às crianças?", questionou.

Estiveram presentes também a secretária da Segurança Cidadã (Sesec), Emanuela Leite; a secretária executiva dos Direitos Humanos e da Assistência Social (Sedhas), Emanuelle Carneiro.

Facebook
YouTube