Na noite desta quarta-feira  (29/05), o prefeito Ivo Gomes abriu oficialmente à população o novo Museu do Eclipse de Sobral. Após nove meses de obras, o edifício está todo reestruturado, com novas instalações elétricas, sanitárias, climatização, sonorização, adequação às normas de acessibilidade e ampliação e modernização do projeto museográfico. Além disso, um importante trabalho de impermeabilização foi realizado. 

"Nós estamos, nesta noite, celebrando a Ciência e a sua importância (...) Eu tô muito feliz em poder compartilhar esse momento com a população de Sobral. O Museu do Eclipse está reaberto para toda a comunidade sobralense. Mas, especialmente, para a nossa criançada, para nossa juventude, em quem nós queremos incentivar o estudo de todas as disciplinas, mas hoje, em especial, a Ciência", disse o prefeito Ivo Gomes.

Em referência ao fato de Sobral ser citado ao longo do dia em diversos meios de comunicação, nacionais e Internacionais, Luis Davidovich, da Academia Brasileira de Ciências, afirmou ser "muito natural que esteja nas páginas do The New York Times, nos grandes jornais internacionais, porque foi um grande feito aqui na cidade e faz justiça ao que a cidade faz, hoje em dia, à Ciência e à Educação. Parabéns Sobral".

A solenidade contou ainda com a assinatura das ordens de serviço para reformas do Abrigo Sagrado Coração de Jesus, Museu Dom José e Igreja Menino Deus. A ação será realizada por meio do PAC Cidades Históricas, em uma parceria entre Prefeitura de Sobral e Instituto do Patrimônio Histórico e Artistico Nacional (Iphan). 

Após a reinauguração, o público que estava na Praça do Patrocínio assistiu uma projeção em 3D. O vídeo mapping na fachada da igreja encantou o público e foi embalado pelo som da orquestra jovem Eurochestries, que tocou uma música inédita. Aos interessados, uma nova apresentação em vídeo mapping será realizada novamente, nesta quinta-feira (30/05). A última apresentação da orquestra, nessa temporada, acontecerá também nesta quinta, no Arco.

O evento contou ainda com a participação da vice-governadora Izolda Cela, do secretário estadual da Ciência,  Tecnologia e Ensino Superior, Inácio Arruda, e do presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu Moreira.